sexta-feira, 30 de maio de 2014

sentires

tenho as tuas mãos em mim .
passeias-te no corpo que te ofereço e beijas-me num suave e longo encontro de lábios...
é tanto o nosso querer
é vivo o nosso sentir...


segunda-feira, 26 de maio de 2014

escrita ao acaso

desaguo nas margens da tua enseada...
barco de velas desfraldadas, navego no mar que deixa palavras no olhar... o horizonte, já ali, rompe os pensamentos do infinito e a noite veste a nudez do nosso desejo



sexta-feira, 23 de maio de 2014


afago carícias debruadas a silêncio. néctar que bebo na distância do teu corpo.
fico cativa das tuas palavras. e cativa ensaio voos. de perdição.
e entre a chuva e o sol______________ beijo de pele na pele em arco-íris de sussurros.
e sim _____________ queria ser a tua parte tocada este fim de semana.
e todos os dia amanheço com urgência da tua boca.