domingo, 18 de fevereiro de 2018

sábado, 17 de fevereiro de 2018

eu podia respirar-te em 
                            todas as manhãs


sábado, 10 de fevereiro de 2018

talvez um dia regresses
e eu desenho-te na palma da minha mão…

amarro-te no beijo de lábios quentes
e num abraço.

os dedos deslizam no teu rosto…

queria tanto falar-te mais perto do olhar



quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018


abraço-te . com a certeza de que gosto muito de ti

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

domingo, 4 de fevereiro de 2018


levava-te pela mão
para dentro do meu jardim






sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Grito






a dor dilacera-nos, sem dó nem piedade, quando vestimos do avesso, palavras que a boca não grita








Foto: Kiyo Murakami